jump to navigation

A Escala Espírita e a Definição de espírito pseudo-sábio outubro 21, 2008

Posted by arturf in classificação dos espíritos, espíritos pseudo-sábios.
add a comment


A classificação dos Espíritos funda-se no seu grau de desenvolvimento, nas qualidades por eles adquiridas e nas imperfeições de que ainda não se livraram. Na Escala Espírita, os Espíritos admitem três categorias principais, ou três grandes divisões: Na última, aquela que se encontra na base da escala, estão os Espíritos imperfeitos, caracterizados pela predominância da matéria sobre o espírito e pela propensão ao mal. Os da segunda, se caracterizam pela predominância do espírito sobre a matéria e pelo desejo de praticar o bem; são os Espíritos bons. A primeira, enfim, compreende os Espíritos puros, que atingiram o supremo grau de perfeição.

Os Espíritos não pertencem para sempre e exclusivamente a esta ou aquela classe; o seu progresso se realiza gradualmente, e como muitas vezes se efetua mais num sentido do que em outro, eles podem reunir as características de várias categorias, o que é fácil avaliar por sua linguagem e por seus atos.

Terceira Ordem: Espíritos Imperfeitos


Sétima classe
.
ESPÍRITOS pseudo-sábios. – Seus conhecimentos são bastante extensos, mas, crêem saber mais do que sabem em realidade. Tendo alcançado algum progresso em diversos pontos de vista, sua linguagem tem um caráter sério que pode enganar sobre as suas capacidades e as suas luzes; mas, o mais freqüentemente, não é senão um reflexo dos preconceitos e das idéias sistemáticas da vida terrestre; é uma mistura de algumas verdades ao lado dos mais absurdos erros, no meio dos quais descobrem a presunção, o orgulho, o ciúme e a teimosia dos quais não puderam se despojar. (“O Livro dos Espíritos”, questão 100)

A Escala Espírita e a Definição de espírito pseudo-sábio outubro 21, 2008

Posted by arturf in classificação dos espíritos, espíritos pseudo-sábios.
add a comment


A classificação dos Espíritos funda-se no seu grau de desenvolvimento, nas qualidades por eles adquiridas e nas imperfeições de que ainda não se livraram. Na Escala Espírita, os Espíritos admitem três categorias principais, ou três grandes divisões: Na última, aquela que se encontra na base da escala, estão os Espíritos imperfeitos, caracterizados pela predominância da matéria sobre o espírito e pela propensão ao mal. Os da segunda, se caracterizam pela predominância do espírito sobre a matéria e pelo desejo de praticar o bem; são os Espíritos bons. A primeira, enfim, compreende os Espíritos puros, que atingiram o supremo grau de perfeição.

Os Espíritos não pertencem para sempre e exclusivamente a esta ou aquela classe; o seu progresso se realiza gradualmente, e como muitas vezes se efetua mais num sentido do que em outro, eles podem reunir as características de várias categorias, o que é fácil avaliar por sua linguagem e por seus atos.

Terceira Ordem: Espíritos Imperfeitos


Sétima classe
.
ESPÍRITOS pseudo-sábios. – Seus conhecimentos são bastante extensos, mas, crêem saber mais do que sabem em realidade. Tendo alcançado algum progresso em diversos pontos de vista, sua linguagem tem um caráter sério que pode enganar sobre as suas capacidades e as suas luzes; mas, o mais freqüentemente, não é senão um reflexo dos preconceitos e das idéias sistemáticas da vida terrestre; é uma mistura de algumas verdades ao lado dos mais absurdos erros, no meio dos quais descobrem a presunção, o orgulho, o ciúme e a teimosia dos quais não puderam se despojar. (“O Livro dos Espíritos”, questão 100)

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 26 outros seguidores